Lar doce Lar | Caldeirão do Huck

lardocelarbmp

Residência da Família Cruz | Petrópolis RJ

Neste último final de semana algo que chamou atenção na TV foi o quadro Lar doce Lar do Caldeirão do Huck. Além de criar uma residência que dispensa comentários, ainda foi criado um ambiente de trabalho para possibilitar à família uma forma de tocarem o próprio negócio. A conexão com a cidade histórica também tornou este projeto muito particular.

Não quero entrar nos méritos da possibilidade de realizar as obras que aparecem no programa em apenas 10 dias, pois acredito que isso realmente é possível. Com aproximadamente 20 operários “globais”, patrocínio da Tok Stok, Suvinil e Arno e mais uma pequena verba para custos extras (cimento, tijolo, acambamentos…) a disposição, as situações difíceis se resolvem de maneiras mais fáceis. Ah, um fator que não posso deixar de mencionar também é a liberdade dada ao arquiteto: Não existe a presença do cliente durante a obra!

A obra ficou realmente um espetáculo. A vista mais do que privilegiada de Petrópolis, a escolha de materiais e mobiliários simples, criaram um ambiente de muito bom gosto e acolhedor. A dupla Rosenbaum e Luciano Huck realmente se superaram nesta última edição.

Nem adianta tentar explicar demais, basta clicar aqui e conferir o resultado.

Anúncios

2 Responses to “Lar doce Lar | Caldeirão do Huck”


  1. 1 Nazaré Pereira 04/01/2009 às 1:46 pm

    eu nazare pereira de 59 anos de idade luto para uma comunidade carente tem um total de 49 crianças aparti de 2 anos de idades ensinamos os primeiros paços da leitura e educaçao essa escola é em belford roxo no meio do mato mais ela dar tudo que uma escola pode dar agora nos falta reparos que a nossa escola esta caindo os pedaços eu conto com ajuda de Deus e a comunidade e agora eu conto com a sua ajuda etambem do luciano huck pois eu vi a sua homenagem de final de ano para quela sinhora que sonhava em dar o melhor para quelas crianças que ela pegou como filho do coraçao a primeira ela ganhou no super mervado depois vieram o resto das crianças mi emocionei com o coral da quelas crianças cantando a musica de Roberto carlos e de uma combi vc transformou em um carro grande para transporta todas as crianças dentro luciano comfio em Deus e em voce espero que as minhas criança tenha uma escola mais confortavel ..

  2. 2 Leandra Pereira de Abreu 04/01/2009 às 3:04 pm

    04/01/09 RIO DE JANEIRO.
    SAUDAÇOES ; luciano ,VENHO ATRAVES deste e-mail lhe pedir uma
    ajuda para a escola TUPI- GUARANI.
    CITUADA na rua caiçaras n21 vila rica SAO VICENTE BELFORD ROXO.
    LUCIANO a escola realmente precisa de uma grande reforma
    ela tem 49 alunos , que com muita dificuldades ainda tem a ajuda de 4 professores , que com muito amor percistem em levar o ensino escolar
    para essas crianças ; a escola e muito carente os moradores e os pais
    dos alunos ajudam como pode . fazendo festinhas para poder arrecadar
    alguma ajuda para a escola . eu particularmente fico muito triste em
    ver uma escola que tem uma boa qualidade de ensino que , tem em
    seu curriculo , professores graduados em matematica , letras e ingles
    ,historia e mais 3 voluntarias.
    LUCIANO como mae de 3 alunos encarecidamente venho lhe pedir
    essa ajuda para essa escola ela nao e governamental.
    e por essas e outras dificuldades em que se encontra a escola ,ate os
    documentos se encontram em atrazo com o contador.
    e com isso a dona da escola se abeteu de uma maneira que entrou em depressao e eu nao podendo ajuda-la financeiramente , venho ate o seu programa lhe pedir socorro, pois todos da comunidade amamos
    a escola que tem o nome da 1 lingua falada no BRASIL e que homenagea os nossos primeiros habitantes.
    LUCIANO ,desde ja lhe agradeço e tenho a fe que vc eseu programa
    vao ser os responssaveis de ver futuros homens de bem dizerem
    que foram aufabetizados no TUPI -GUARANI.

    TELEFONES. 27583607;27852716


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Follow Blog Cia de Arquitetura on WordPress.com
Fechando a semana de posts sobre 🌿TELHADO VERDE🍀 aqui na Cia de Arquitetura (Se você perdeu, acompanhe os posts anteriores)

Uma vez finalizadas as camadas sobre a laje:
Impermeabilização, proteção mecânica, proteção anti-raízes, camadas drenantes e filtrantes é hora de colocar a TERRA!

Opa, péra lá... Muito cuidado nessa parte. A terra tem um peso próprio muito elevado, o que pode aumentar muito a carga da laje. Portanto, o que se usa geralmente são SUBSTRATOS próprios para cultivo, que você consegue em qualquer loja de paisagismo. 
Para efeito de economia, pode-se misturar uma camada fina de terra de cultivo ao substato, mas tudo vai depender da carga que sua laje suporta.❗👷 Agora é só escolher as espécies e fazer o plantio! Vamos postar uma foto desse jardim pronto logo logo!

#Telhadoverde #terraçojardim #arquitetura #sustentabilidade Dia de visita a obra. Casa na fazenda. Por CIA DE ARQUITETURA ✔️ Para os interessados por ter um 🌿TELHADO VERDE🌿 que estão acompanhando nosso passo-a-passo desta semana, o vídeo mostra a execução da próxima etapa. Após concluído o teste de estanqueidade, aplica-se sobre a laje uma camada de cimento magro e por cima uma camada de argila expandida, a fim de arejar as raízes e facilitar o escoamento da água. Sobre a argila, instala-se a manta geodrenante. Esta manta irá filtrar a água impedindo que partículas de terra e raízes entrem pela tubulação de queda da água pluvial. O vídeo foi feito em uma das casas projetadas pela CIA DE ARQUITETURA ✔️ Dando sequência ao post anterior sobre como fazer um 🌿TELHADO VERDE🌿, após a aplicação da manta asfáltica é feito o TESTE DE ESTANQUEIDADE para detectar possíveis infiltrações, caso haja. Para o teste, a laje precisa ficar imersa por 72 horas.

%d blogueiros gostam disto: